PLANEJAMENTO PARA INCLUSÃO

INTRODUÇÃO

Os seminários 21S serão realizados a fim de promover debates e intercâmbios entre pesquisadores envolvidos no projeto de pesquisa  "Arquitetura e urbanismo frente ao espaço social no Século 21: estratégias de segregação e táticas de apropriação" [AUASOS21] e a comunidade acadêmica das universidade envolvidas. O objetivo desses seminários é caracterizar a inflexão crítica que marca parte do debate sobre a arquitetura e o urbanismo depois da crise ideológica do neoliberalismo (2008) e do período denominado de "pós-crítico".

 

Nesse sentido, pretende-se realizar quatro seminários: 21S#1 (2018), 21S#2 (2019), 21S#3 (2020), 21S#4 (2021). Os seminários serão abertos à participação como ouvinte de pesquisadores e alunos de graduação e pós-graduação, interessados em temas relacionados à teoria e crítica da arquitetura e do urbanismo.

21S#1 TEORIAS E METODOLOGIAS

[FAUUSP, 2018]

espacialidades e temporalidades na metrópole.

21S#2 PLANEJANDO A INCLUSÃO

[KTH, 2019]

qual a relação da disciplina com os processos espaciais de inclusão e segregação?

21S#3 QUALIFICANDO O URBANO

metodologias de análise e avaliação de projetos.

21S#4 CIDADE E BEM COMUM

compreender os limites da cidade como valor de troca e valor de uso (commons).

Os seminários estão relacionados aos temas principais do Projeto AUASOS2. Nesse sentido, as estratégias empíricas a eles referentes deverão ser exploradas com maior ênfase pelos pesquisadores de cada universidade.

21S#2

PLANEJAMENTO PARA INCLUSÃO

O seminário tem como objetivo contribuir para o debate teórico-crítico da arquitetura e do urbanismo, de acordo com uma perspectiva que leva em consideração os limites conceituais e políticos das estratégias disciplinares identificadas como “pós-críticas”. Ao olhar para novas ferramentas de análise e reflexão, ele visa detectar tendências potencialmente transformadoras - contra-hegemônicas e inclusivas -, tanto em relação às estratégias disciplinares quanto às táticas de apropriação.

Pretendemos discutir, no decorrer do seminário, a questão da "inclusão" em relação a temas como: habitação de interesse social, desenho urbano, Estado e política, teoria e crítica. A crise ideológica do neoliberalismo após a Crise de 2008, e suas consequências para os espaços urbanos do norte e sul global,  é um marco importante para a contextualização das discussões.

MESA#1 HABITAÇÃO, MEIO AMBIENTE E INCLUSÃO

Questão: Quais as relações possíveis do habitar contemporânea com os processos de inclusão e com a questão do meio ambiente?

MESA#2 MORFORLOGIAS ALTERNATIVAS

Questão: As cidades do século 21 apresentam alternativas tipológicas em relação aos modelos utilizados no decorrer do século 20?

MESA#3 ESTADO DO BEM-ESTAR SOCIAL, CONTRADIÇÕES

Questão: Estado, mercado e bem comum: quais os desafios da Arquitetura e Urbanismo contemporâneos?