PENSAMENTO CRÍTICO E CIDADE CONTEMPORÂNEA

GRUPO DE PESQUISA

PENSAMENTO CRÍTICO E CIDADE CONTEMPORÂNEA

 

O processo de metropolização brasileiro impõe desafios disciplinares para a arquitetura e o urbanismo na medida em que os espaços resultantes dos processos sociais, econômicos e culturais apontam para limites disruptivos. Esse quadro exige o desenvolvimento de instrumentos críticos para análise dos processos espaciais que devem ser fundamentados no debate teórico e crítico da relação entre espaço urbano e sociedade.

 

O objetivo desse Grupo de Pesquisa é analisar, criticar e contextualizar os fenômenos espaciais contemporâneos no Brasil, que possam ainda estar implicados nos fundamentos modernos disciplinares da arquitetura e do urbanismo.

Foto: Ricardo Ianuzzi